Super Onze Novice

Venha Nesse Grande Mundo De Super Onze Novice!
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Vote No TOP 30
Aí pessoal, revivemos o fórum, só que em outro link, agora podemos jogar novamente o Super Onze Novice. www.superonzerpgnovice.forumeiros.com

Compartilhe | 
 

 Treinamentos - Aspros

Ir em baixo 
AutorMensagem
Aspros
Atacante
Atacante
avatar

Personagem Personagem : Nome: Aspros
Nível: 6
Aparência E Característica: Possui cerca de 1,55 m de altura e 47 kg. Seus longos cabelos azulados são uma de suas características marcantes que veio a dar o seu apelido: O Sabre Azul. Sua pele é clara e, desde pequeno, sempre foi muito reservado para com si mesmo. Fato que o ajudou a não ter amigos. Não considera o Futebol nada mais do que um simples esporte como qualquer outro, mas suas habilidades em campo confundem àqueles que o vêem à primeira vez como um verdadeiro estrategista, além de ser muito habilidoso.
Posição: Atacante
Elemento: Água
Seu Avatar:
Técnicas e Incorporação:
 

Dinheiro Dinheiro : R$500
Mensagens : 25
Data de inscrição : 13/07/2012

Status
Energia:
20/150  (20/150)
Experiencia:
255/300  (255/300)
Incorporação: Nenhum

MensagemAssunto: Treinamentos - Aspros   Qui Jul 19, 2012 8:26 am

Nome: Aspros
O que quer: Experiência
Treinamento(Mínimo 10 Linhas):

Ampliando a Força do Chute

Mesmo depois de minhas novas habilidades, ainda faltava alguma coisa. Meus chutes não eram poderosos para um atacante, e como a partida estava se aproximando, precisava ampliar a força dos mesmos caso quisesse ter a chance de entrar em um time. Dentre os vários locais abandonados da cidade, havia um em especial perto de minha casa. Um lugar onde só eu e minha avó conhecíamos, com algumas paredes velhas mas resistentes.
Aquela doce senhora me guiava ao local onde iria iniciar o treinamento e, enquanto caminhávamos, eramos cumprimentados por vários moradores de Inazuma. Sei que eu não era muito de falar com as pessoas, mas diante de minha avó, esta atitude deveria mudar. Uma senhora tão simpática e que já fizera tanto por mim não merecia tamanho desgosto ao saber que o seu ente querido não gostava de se relacionar com outras pessoas. Podia ser timidez, mas também podia não ser.
Ao chegar ao local, minha avó se sentava em uma cadeira pois decidia assistir a meu treinamento. Não podia decepcioná-la e, assim, lanço a bola em direção aos céus, saltando de modo a acompanhar a mesma. Giro meu corpo a 360 graus para a direita, golpeando o objeto esférico de modo que o mesmo viesse a colidir contra a parede com força. Estremecia graças a minha técnica, mas minha familiar parecia manter o mesmo brilho em seus olhos, como se fosse uma amante deste esporte. Não conseguia compreender mas, logo, venho a executar novamente um outro chute com a ponta de minha chuteira. O objeto seguia seu rumo com força em direção ao muro e ricocheteava.
Continuo a executar este mesmo procedimento por cerca de duas horas, mas minha avó não parecia nada entediada. Pelo contrário: A cada chute que eu dava, ela parecia mais animada e mais disposta a me incentivar. Aquilo não poderia ser retribuído de outra forma: Concretizo um grande salto, com a bola entre meus tornozelos e a libero ali no ar. Movimento meu corpo a 360 graus para a direita, executando um poderoso chute com a ponta de minha chuteira na mesma que seguia seu rumo em direção ao muro. Ao colidir contra o mesmo, sua estrutura viria a ser atravessada enquanto a bola colidia agora contra o solo do local. Minha familiar ficava de olhos arregalados admirando tal cena, e decidia que deveríamos voltar para casa.
Assim nós fizemos, depois é claro de pegar a minha bola, para que no próximo dia, possa realizar outro treinamento. Um sorriso era composto em meu rosto enquanto, já em casa, os últimos preparativos eram feitos para que possamos dormir. Cada vez mais melhorava minhas habilidades em jogo, mas minha atitude para com outras pessoas da minha idade ainda era a mesma: Ainda era tímido, calado, fato que me auxiliou a não ter nenhum amigo até o momento.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel
Meio-Campo
Meio-Campo
avatar

Personagem Personagem : Nome: 'Gabriel
Idade: 12
Nivel:3
Aparência E Característica: Um Jovem Muito Rebelde,nao obdece as ordens de ninguem ,tem cabelo Branco e mede 1:60
Posição:Meio Campo
Elemento:Animal
Seu Avatar:
Local De Treinamento: Campo Perto De Minha Casa
Tecnicas e Incorporações:
 

Dinheiro Dinheiro : 500 Reais
Mensagens : 383
Data de inscrição : 13/07/2012
Idade : 19

Status
Energia:
10/50  (10/50)
Experiencia:
50/200  (50/200)
Incorporação: Nenhum

MensagemAssunto: Re: Treinamentos - Aspros   Qui Jul 19, 2012 8:29 am

acc
+190 de xp(1 lvl e 90 de xp)

________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aspros
Atacante
Atacante
avatar

Personagem Personagem : Nome: Aspros
Nível: 6
Aparência E Característica: Possui cerca de 1,55 m de altura e 47 kg. Seus longos cabelos azulados são uma de suas características marcantes que veio a dar o seu apelido: O Sabre Azul. Sua pele é clara e, desde pequeno, sempre foi muito reservado para com si mesmo. Fato que o ajudou a não ter amigos. Não considera o Futebol nada mais do que um simples esporte como qualquer outro, mas suas habilidades em campo confundem àqueles que o vêem à primeira vez como um verdadeiro estrategista, além de ser muito habilidoso.
Posição: Atacante
Elemento: Água
Seu Avatar:
Técnicas e Incorporação:
 

Dinheiro Dinheiro : R$500
Mensagens : 25
Data de inscrição : 13/07/2012

Status
Energia:
20/150  (20/150)
Experiencia:
255/300  (255/300)
Incorporação: Nenhum

MensagemAssunto: Re: Treinamentos - Aspros   Sex Jul 20, 2012 6:00 pm

Nome: Aspros
O que quer: Experiência
Treinamento(Mínimo 10 Linhas):

A Revanche - Parte 1

Já me encontrava a algum tempo no Instituto Imperial, inicialmente como um membro comum. Meu grande desempenho neste time havia de ter me garantido o posto de Sub-Capitão, mas ainda não havia feito nenhuma partida neste lugar. Em um dia qualquer, fomos chamados pelo coordenador do time para uma reunião: Iriamos disputar uma partida contra o Colégio Zeus. Sabiam que somente graças a mim, o colégio Raymond Go havia ganhado e, agora que saíra do mesmo, queriam uma revanche, porém justamente contra mim. Meus novos companheiros poderiam agora ver as minhas habilidades e os frutos que elas darão em uma partida.
Os dias passavam lentamente e cada vez mais nossas habilidades eram ampliadas. Estávamos nos prontificando para o amistoso contra o Colégio Zeus e sabíamos que os mesmos também estavam treinando para jogar contra nós. Um feito notável, porém que ainda assim deveria ser pensado. Desde aquele dia, nunca mais haviam perdido nenhuma partida de acordo com as notícias e isto me intrigava: Como eles puderam fazer este feito?
O dia da partida chegava e já no vestiário, venho a trajar o uniforme do colégio. Analisara cada traço de uma fotografia de minha avó com a certeza de que ela, sendo a amante de futebol que é, iria assistir àquela partida. O narrador anunciava a entrada do Instituto Imperial e os nomes dos jogadores, um a um. Todos vibravam ainda mais quando eu entrava em campo, sendo retribuídos por acenos e beijos.
Agora, o Colégio Zeus adentrava o campo com sorrisos estampados em seus rostos. Nos cumprimentava somente por obrigação e, para meu espanto, o jovem de cabelos longos e loiros ainda estava ali. Ao me cumprimentar, estendia sua cabeça em direção a meu ouvido, deixando seus lábios rente ao mesmo. Ali sussurrava algumas breves palavras, visando me intimidar:

-Verá o quão poderosos somos agora. Da última vez você venceu, mas não agora.
-O...Quê?!

A seguir, continuava a cumprimentar o resto dos jogadores. Os capitães se posicionavam no centro do campo, sendo que o capitão do Colégio Zeus era o mesmo jovem de antes. O juiz ali se encontrava sobre a faixa que dividia os dois lados do campo, ditando as regras para os indivíduos. Tiravam no par ou impar para ver quem iria começar: O Colégio Zeus.
O apito inicial era dado e a bola estava sobre os pés do jovem de cabelos dourados. Com um suave movimento, liberava-a ao indivíduo que usava um elmo, como se fosse um verdadeiro gladiador. Driblava vários dos jogadores do time com habilidade e, prestes a enfrentar os zagueiros, liberava a bola mediante um chute para os céus. Um outro jogador do Time Zeus com uma pequena faixa na cabeça agarrava a mesma, golpeando com sua perna direita revestida por uma aura branca múltiplas vezes a bola. A mesma aura revestia o objeto esférico, sendo a seguir liberada em direção ao goleiro de nosso time. Espantado com a atitude dos jogadores, executava um salto, errando seu punho direito o colidindo contra o solo. Uma aura dourada se expandia do mesmo, envolvendo a frente do gol e assim, rebatendo a bola para o alto.



-Flecha Divina!!
-Barreira Luminosa!!
-É incrível!! Com menos de cinco minutos de jogo, o Colégio Zeus já consegue chutar para o gol!! Com sua habilidade, o Goleiro do Instituto Imperial defende o chute!!

O goleiro liberava a bola contra mim que a dominava utilizando meu tórax. Continuava a correr, avançando dentre os jogadores com um sorriso estampado em meu rosto. Driblava alguns, porém, logo me via cercado por um grupo de quatro indivíduos. Vendo que não havia para onde escapar, arremessava a bola em direção aos céus e três jogadores, entre eles o camisa 11, um de meus grandes companheiros se dirigia à bola. Paravam, alinhando suas cinturas à mesma enquanto girava em torno de seus próprios eixos em perfeita sincronia. O objeto ganhava um aspecto obscuro enquanto que um triângulo seria composto em torno do mesmo, se unindo logo a seguir. O trio golpeava a bola e a mesma avançava velozmente em direção ao gol.
O goleiro estendia seus braços aos céus e conjurava ali parte de sua energia interior, sendo convertida em água, formando um poderoso muro. O golpe colidia contra o mesmo, porém, em meio a isto viria a perder completamente sua força, parando perfeitamente sobre o palmo do indivíduo. Uma habilidade formidável, porém caso o chute houvesse sido o meu Blue Saber, com certeza a bola entraria no gol.



-Zona Mortal!!
-Muro Tsunami!!
-E o Goleiro do Colégio Zeus defende a bola com cerca de aproximadamente dez minutos de jogo utilizando a sua técnica Muro Tsunami!!

O goleiro do Colégio Zeus arremessa a bola em direção aos céus, sendo dominada pelo mesmo jovem que utilizava uma pequena faixa me sua cabeça enquanto que outros dois membros do Instituto Imperial seguiam seu rumo contra o mesmo. Flexionava suas pernas e quando os indivíduos se aproximavam, utilizava seus ombros como apoio para executar um salto ainda mais alto. Realizava um mortal, golpeando a bola várias e várias vezes com seus pés revestidos por uma aura esbranquiçada, envolvendo o objeto com esta mesma esfera. Com a ponta do calçado que revestia seu pé direito então, golpeava a bola de modo a impactá-la diretamente para a frente.
O jovem cujo possuía longos cabelos dourados e era o capitão do time ali se encontrava. Três pares de asas grandes surgiam às suas costas e o mesmo agora se assemelhava a um anjo. A aura esbranquiçada em torno da bola se expandia e assim, o jogador executara uma chamada "bicicleta" na bola, liberando-a contra o gol.
O goleiro do Instituto Imperial executava um salto, cerrando seu punho direito enquanto uma aura dourada o revestia. Esta aura se expandia em torno do mesmo, protegendo o gol, porém aos poucos viria a se partir e a rede balançava, sinalizando o gol feito pelos jovens.




-Flecha Divina!!
-Asas Celestiais!

-Mega Barreira Luminosa!!
-E é gol!!! Os jogadores de camisa 10 e 11 conseguem finalmente marcar o primeiro gol da partida aos 20 minutos do Primeiro Tempo!!
-Esta é uma pequena parte do poder dos Deuses meu caro Aspros...

As palavras sínicas daquele jovem despertavam em certo ponto minha fúria, mas não podia golpeá-lo ou seria definitivamente expulso. Todos retornavam a suas devidas posições e a posse de bola era agora do Instituto Imperial. O apito era dado e agora a partida retornava seu rumo. Tudo corria aparentemente de maneira equilibrada a partir de agora mas aquilo me preocupava: Mesmo com o Instituto Imperial dando o máximo de si para fazer um gol, o Colégio Zeus nem ao menos se importava. Jogavam tranquilamente, sem nem ao menos suar ou fazer o menor esforço para marcar outro gol. Estariam somente brincando conosco? Por que faziam isto? Estão somente ganhando tempo para que o jogo acabe e estão inseguros jogando somente na defensiva? Estas perguntas martelavam em minha cabeça como as memórias de um assassino que ao ouvir a sentença de seu julgamento, se arrependera de todos os seus crimes.
A partida já havia se desenrolado por cerca de 40 minutos e a atitude do Colégio Zeus começava a se alterar. Era como se houvessem decidido fazer outro gol para desequilibrar ainda mais a partida. Inicialmente, o jovem cujo tinha uma pequena faixa em sua testa estava com a posse da bola, liberando a mesma aos céus. A golpeava a seguir com vários chutes, revestindo ao objeto e a seus pés com uma aura esbranquiçada. Um outro membro de meu time começava a golpear o objeto no mesmo momento em que o jovem golpeava-o de modo a projetar várias e poderosas rajadas de ventos.



-Flecha Divina!!
-Cem Chutes Extremos!!

o membro do Colégio Zeus aproveitava um deslize do indivíduo liberando a bola aos céus. Ali se encontrava o jovem que era na verdade o capitão do time, com seus três pares de asas visando golpeá-la diretamente. Neste exato momento, salto, visando acompanhá-lo e, assim, giro meu corpo a 360 graus para a direita, colidindo a ponta do calçado que envolvia meu pé esquerdo o objeto esférico, impedindo o mesmo de se movimentar. A bola viria a se expandir e um breve círculo de água revestia a bola que por sua vez explodia. A colisão entre nossos pés era inevitável e, assim, caíamos diretamente ao solo.


-Asas Celestiais!!
-Blue Saber!!
-É incrível!!Aspros consegue parar o chute com o poder ampliado do Capitão do Colégio Zeus e o clima é agora de tensão. O que terá acontecido a ambos os jogadores?!!

Estávamos a nos contorcer de dor ao solo e a situação não era nada boa. Os seis minutos que restavam contando os acréscimos se passavam e o apito que encerrava o primeiro tempo era dado. Em macas, nos levavam para fora do campo. Somente um único pensamento viria a minha mente: Tinha que voltar para terminar aquela partida.
A qualquer custo.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel
Meio-Campo
Meio-Campo
avatar

Personagem Personagem : Nome: 'Gabriel
Idade: 12
Nivel:3
Aparência E Característica: Um Jovem Muito Rebelde,nao obdece as ordens de ninguem ,tem cabelo Branco e mede 1:60
Posição:Meio Campo
Elemento:Animal
Seu Avatar:
Local De Treinamento: Campo Perto De Minha Casa
Tecnicas e Incorporações:
 

Dinheiro Dinheiro : 500 Reais
Mensagens : 383
Data de inscrição : 13/07/2012
Idade : 19

Status
Energia:
10/50  (10/50)
Experiencia:
50/200  (50/200)
Incorporação: Nenhum

MensagemAssunto: Re: Treinamentos - Aspros   Sex Jul 20, 2012 6:11 pm

acc
+750 de xp

________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Treinamentos - Aspros   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Treinamentos - Aspros
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Super Onze Novice :: Área dos Usuários :: Treinos-
Ir para: